quinta-feira, 22 de março de 2012

Poupe água ! escolha plantas resistentes à secura !


Escolha para o seu jardim plantas resistentes à secura !

Com invernos como o deste ano e com a preocupação que devemos ter com a poupança de água, nada melhor do que optar por plantas adaptadas à secura e resistentes ao calor.

Não têm obrigatoriamente de ser jardins assim..





Podem ser assim..

Xerojardim do Cantinho das Aromáticas - Gaia 
Obrigado ao Luís Alves pela fotografia !

Com uma inspiração Mexicana..

Ou mais Mediterrânica




 Com a utilização de suculentas.. 

A xerojardinagem,  é um conceito muito em voga vem do termo grego xeros que significa seco e surgiu nos anos 70 no Estados Unidos da América principalmente na zona da Califórnia e Colorado depois de um período grave de seca. 
A xerojardinagem tem como principal preocupação a poupança de água, que é um bem escasso e finito, a utilização de plantas autóctones bem adaptadas às condições do local, a diminuição dos trabalhos e custos de manutenção e uma preocupação ecológica com a diminuição da utilização de produtos fitossanitários nos jardins.

 Muitas  das plantas resistentes à secura são de origem mediterrânica o que é uma sorte para nós em Portugal pois são as nossas plantas !  

 Um campo de alfazemas é um verdadeiro Xerojardim..

As plantas ideais para estas condições muitas vezes desenvolveram mecanismos e adaptações que lhes permitem a poupança de água, algumas destas adaptações são fáceis de perceber e tenha essas características em atenção quando for comprar as suas plantas : 

 Folhas mais pequenas, espessas e rijas que resistem ao calor e à falta de água.

Calluna vulgaris (urze)

Rosmarinus officinalis (alecrim)

Como a quantidade de luz disponível é muito grande as plantas conseguem fotossintetizar mesmo com superfícies pequenas, tenha em atenção que estas plantas dificilmente se dão bem à sombra pois com pouca luz têm muita dificuldade em fotossintetizar em condições que lhes permitam um desenvolvimento saudável.

As folhas transformadas em agulhas como no caso das coníferas
Cupressus semprevirens

Juniperus horizontalis

Pinus mugo (pinheiro-anão)

Esta é uma excelente adaptação contra os ventos secos, que são os grandes responsáveis pela perda de água pelas plantas, quanto maiores e mais “tenras “ as folhas mais água perdem.

As folhas com pelos

 Pelargonium sp (sardinheira)

Lantana camara

Esta é uma proteção muito comum  das plantas contra a perda de água, os pelos ajudam a manter uma camada de ar húmido em volta das folhas.

Folhas pequenas ou mesmo espinhos

Ulex minor (tojo)

Grevillea robusta 


 Plantas gordas ou catos

Agave sp

Aloe arborescens

Umas das adaptações mais conhecidas, estas plantas acumulam água nas folhas e caules

A coloração da folhagem também é uma adaptação ao calor

Leucophylum sp

Teucrium fruticans

Lavandula dentata

Santolina chamaeropsis
Todas as plantas com uma folhagem de cor acinzentada ou esbranquiçada são resistentes ao calor e à secura

Outra característica das plantas adaptadas ao calor é o facto de a sua folhagem libertar fragâncias muito fortes

Lavandula stoechas (rosmaninho)


Heliotropium sp (planta da baunilha)

Rosa sp

Thymus vulgaris (tomilho)

 Os óleos essências que existem na planta com o calor volatilizam-se criando uma camada protetora em volta das folhas que evita que estas sequem, pelo que é normal nos dias de calor os aromas serem tão intensos no jardim e no campo:
 Grande parte das aromáticas existentes no nosso país estão adaptadas a estas condições,


 Tipo de solo
Normalmente as plantas adaptadas a estes tipo de situação de calor excessivo e secura gostam de solos mais pobres em matéria orgânica, bem drenados, arenosos. Não vão tolerar excesso de água nem solos muito profundos. Este tipo de plantas é o ideal para os jardins rochosos.







Escolha das plantas e manutenção
Não tenha a tentação de regar demais estas plantas pois elas estão habituadas a viver com pouca água e se lhes damos água a mais, as raízes “tornam-se preguiçosas”.
As raízes como não têm de crescer em busca de água ficam mais superficiais o que implica que a planta poderá enraizar mal e ter dificuldades de crescimento e de adaptação.
Agrupe plantas com as mesmas necessidades em água, este é um ponto fundamental.

Grande parte das plantas com estas características poderão ser utilizadas em terraços com uma grande exposição solar, no entanto em vasos deverá sempre regar com mais frequência.




Exemplos de mais algumas plantas adaptadas ao calor e exposição solar intensa

Echium candicans ( massaroco)

Felicia amelloides

Bougainvillea sp

Nerium oleander (loendro)


Yucca sp

Leucanthemon sp (malmequer)

Pitosporum tobira nana

Este foi o tema da minha rubrica de dia 19 de Março na RTP 1 na Praça da Alegria deixo aqui o link para quem quiser ver !


Obrigado e até breve !
Teresa Chambel

Imagens via : Pinterest, Planta Sonya, Dry Gardden Design, Tuortoo, Jardiland, RHS, Storey Landscaping, DKimages, Taboomer, Kartuz, Ana Luísa Soares, Luís Alves, Teresa Chambel

12 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  2. Respostas
    1. Olá Vanda, sem querer removi o seu comentário ! desculpe e muito obrigado pela visita, volte sempre ! beijos

      Eliminar
  3. Não percebo muito de jardinagem e vou agora ter a minha primeira casa, o que faz sonhar com um jardim funcional mas bonito. o Seu post foi bastante útil para escolher as plantas. Obrigada

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Hannah, obrigado pela visita e ainda bem que o post foi útil ! bjs

      Eliminar
  4. Tenho uma pergunta: de dois em dois meses vou morar em Lisboa, e o meu apto tem três floreiras. Que plantas posso plantar que resistem dois a três meses sem água?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Beate, três meses sem água poucas plantas aguentam, pode apostar em colocar catos, suculentas ou então colocar um sistema de rega gota-a-gota com um temporizador que permita regar mesmo sem estar cá. bjs

      Eliminar
  5. Olá Beate, três meses sem água poucas plantas aguentam, pode apostar em colocar catos, suculentas ou então colocar um sistema de rega gota-a-gota com um temporizador que permita regar mesmo sem estar cá. bjs

    ResponderEliminar
  6. Onde posso encontrar limoeiros para plantar em meu enorme terraço ensolarado, em Lisboa?
    Agradeço qualquer informação
    Maria Joaquina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ola Maria Joaquina, costuma haver limoeiros no Horto do Campo Grande em Lisboa e na Viplant Oeiras Garden em Porto Salvo. bj

      Eliminar

Gosto muito de ler os vossos comentários ! Muito obrigado e até breve