domingo, 4 de novembro de 2012

Não há outono sem vinha virgem...

Queridos amigos,
Hoje não resisto a falar de uma das minhas trepadeiras favoritas e uma das "rainhas do outono", nada iguala uma parede ou um muro coberto de vinha virgem no outono..é lindo, inesquecivel, temos outro jardim durante uns tempos.
As trepadeiras têm a vantagem de não ocuparem muito espaço(na horizonatal) e cobrirem grandes áreas (na vertical) rapidamente. Pode tê-la em vaso, em floreira, num canteiro..nunca se vai esquecer que é outono..
Como dizia Albert Camus
"o outono é outra primavera..cada folha uma flor"


Aqui ficam algumas imagens para se inspirarem...mesmo sem folha gosto dela !

Palavras para quê...não há nada que iguale uma parede coberta de vinha virgem no outono..

As várias tonalidades de encarnado e verde...


A começar a crescer..
Verde também é linda..


No inicio do outono...


Com os seus vários tons de verde..
Para quem gosta de jardins românticos

Eu queria esta casa e esta vinha virgem...não mudava nada..
Belo quadro !!!
Para quem quer saber mais sobre a vinha virgem
Partenocissus tricuspidata
Partenocissus quinquefolia
Familia - Vitaceae
Origem – China e Japão
Nome vulgar- Vinha virgem
Ciclo de vida – Perene de folha caduca
Propagação – Por estaca ou semente
Época de plantação – Qualquer época do ano
Altura – até 10 m
Distância de plantação mínima – 0.8 -1m
Condições de cultivo: Sol pleno, meia sombra, solo bem drenado com matéria orgânica. Tolera o ar do mar.
Utilização: Trepadeira, muros, treliças, pérgulas, etc. Pode ser cultivada em vaso ou floreira desde que tenha uma estrutura de apoio.
Manutenção: Regas regulares, poda no Inverno, condução anual para não perder a forma e garantirmos uma cobertura total da estrutura de apoio.

Espero que tenham gostado, como a vinha virgem é uma trepadeira de folha caduca gosto de a misturar com outras trepadeiras de folha persistente para não ficar com as paredes completamente despidas no inverno. Uma das minhas combinações favoritas  é  alternar a vinha virgem com Hedera minor (hera de folha pequena) ou com, Ficus repens , se quiser alguma flor ou aroma alterno com madressilva (Lonicera japonica). Cuidado para no inverno não deixarem as trepadeiras de folha persistente ocuparem o espaço da vinha virgem.

Obrigado e até breve
Teresa Chambel
Imagens via : Pinterest

4 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá José ! aão lindas...também adoro ! bjs e obrigado pela visita

      Eliminar
  2. Viva...
    a "vinha virgem" é particularmente bonita, e so, no Outono. Qd depois cai a folha toda e deixa as paredes assemelhando-se a teias gigantes e temos de limpar as folhas todas do chao ja n é mt agradavel.
    Apesar de tudo tenho varias paredes cobertas e toda a minha casa no seu exterior esta repleta de trepadeiras...
    Encontrei o blog casualmente em busca de "trepadeiras" q vi na Escocia no ultimo Inverno(de folha persistente portanto) e de igualmente folha vermelha- continuo em sua busca pois n me ocorreu tomar nota do seu nome. Se me puderem ajudar agradeço.
    Ja agora, n estando contudo certo se se adaptam ao nosso clima, as trepadeiras mais bonitas na minha opiniao sao as Jades Vermelhas(Cucunas).
    Cumprimentos,
    ERC

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá boa noite, obrigado pela visita, de facto a vinha virgem suja muito quando cai a folha ..mas compensa-nos no Outono ! Tem razão a Jade vermelha é linda principalmente em caramachão com as flores pendentes, mas penso que não aguentam o nosso clima pois são plantas que precisam de calor e humidade permanente ( nunca as vi em Portugal).Quanto às trepadeiras de folha vermelho -vivo persistente não sei qual será mas vou tentar saber. Até breve

      Eliminar

Gosto muito de ler os vossos comentários ! Muito obrigado e até breve