terça-feira, 4 de junho de 2013

As 10 aromáticas que mais uso e que tenho sempre à mão !

Queridos amigos,

Depois do workshop que fiz na sexta feira passada em Santarém sobre aromáticas e horticolas para ter na varanda ou no terraço, depois de muitas dúvidas e questões resolvi fazer uma publicação sobre o que é preciso realmente saber e ter para cultivar aromáticas e quais aquelas que eu mais utilizo e de que mais gosto.
Muitas vezes perguntam-me o que cultivar e a minha resposta é sempre a mesma :
- aquilo que mais gosta de comer !
- aquilo que utiliza mais vezes ! 
Daí nasce esta publicação o que é que eu tenho no meu terraço ( muitas aromáticas..) o que é que eu mais utilizo. as 10 de que vou falar ?

Não vivo sem as minhas ervas aromáticas
Aquelas de que vou falar a seguir, posso adiantar que ontem para o jantar utilizei 5 das 10 de que vou falar,salsa para aromatizar a sopa de courgette   tomilho e alecrim para temperar a carne, manjericão para a salada de tomate e mozzarela, hortelã para os morangos (ficam deliciosos com açucar amarelo, sumo de limão e folhas de hortelã cortadas).

O que precisa para cultivar aromáticas ?

Sol (4-6 horas por dia)
Um bom substrato - Siro aromáticas é o meu favorito
Recipientes ( qualquer vaso de barro, pvc, madeira..caixas da fruta, latas de chá, etc) desde que tenham drenagem ( furos..) e aconselho a colocar no fundo uma camada de leca(argila expandida) para facilitar a drenagem e impedir que as raízes apodreçam com excesso de água.
Plantas ou sementes

As minhas 10 aromáticas favoritas

Alecrim
Uso em todas as carnes (frango, vaca, porco), batatas assadas , alguns biscoitos e compotas para aromatizar 

Tenho dois vasos no meu terraço


Alecrim 
Rosmarinus officinalis
Alecrim rasteiro
Rosmarinus officinallis prostratus
Exposição solar – Sol pleno.
Solo – Solos bem drenados, ligeiros e com pH ligeiramente alcalino. Quando plantar misture ao substrato universal alguma terra de jardim ligeiramente alcalina.
Ciclo de vida – Perene
Época de floração – Maio - Outubro
Cor da floração – Roxo
Época de plantação –Março-Abril
Densidade de plantação no terreno – 4-5 plantas/m2
Floreira /vaso – Dá-se bem em vaso mas precisa de espaço para se desenvolver e durar bastantes anos (30- 40 cm ø) são suficientes.
Colheita –Pode-se colher em qualquer época do ano.
Manutenção –Pode a seguir à floração mas antes de iniciar o frio do inverno, esta poda é indispensável para a regeneração da planta e aparecimento de novas flores e ramos. Não há praga ou doença que a ataque é uma verdadeira resistente. No terraço pode cultiva-lo num vaso sozinho ou numa floreira juntamente com o tomilho e a segurelha. Na horta gosto muito de utilizar o alecrim para fazer bordaduras e delimitar talhões, é benéfico para a horta pois repele insetos.
Necessidades em água - Necessita de muito pouca água, apenas uma rega semanal a seguir à plantação. Não suporta solos encharcados.

Propriedades –Para além da utilização como condimentar , a sua infusão é antisséptica, combate a tosse, asma, febre.

Cebolinho
Gosto de utilizá-lo cortado e picado na hora para aromatizar os cremes de abóbora, courgette ou cenoura.
Utilizo-o também para molhos que tenham  iogurte ou maionaise como base.
As flores também são comestiveis e coloco-as nas saladas.


Cebolinho 
Allium schoenoprasum
O cebolinho é indispensável em qualquer horta ou jardim de aromas, utiliza-se em 1001 temperos. Podemos cultivar em vasos pequenos com 15- 20 cm de terra, fica bem sozinho ou com as cenouras, salsa, coentros..é uma planta muito fácil de cultivar.
Exposição solar- Sol
Solo – Solo ligeiro, fresco e muito bem drenado, não tolera qualquer encharcamento. Bastam-lhe cerca de 10-15 cm de profundidade para se desenvolver.
Época de floração – Setembro- Outubro
Ciclo de vida - Anual
Época de sementeira/plantação – Sementeira Março-Abril, plantar em qualquer época do ano.
Densidade de plantação – 6-8 plantas/m2
Floreira– mínimo 20-30 cm de comprimento ou diâmetro ( 1-2 plantas por vaso/floreira)
Colheita – Qualquer altura do ano
Necessidades em água – Evitar o excesso de água e a secura extrema.
Manutenção – Vá cortando à medida das suas necessidades, quando reparamos que o cebolinho está a ficar amarelo, 100% das vezes é água a mais, para a recuperar corte a parte amarela na totalidade e não regue até a planta voltar a ficar verde.
Propriedades – Condimentar.


Coentros
Adoro coentros, uso nas sopas, saladas, bifes, molhos..como dura pouco semeio em vários vasos em épocas diferentes, á das aromáticas mais sensiveis mas temos de insistir !



Coentros
Coriandrum sativum
Exposição solar- Sol
Solo – Qualquer tipo de solo.
Época de floração – Maio-Setembro
Cor da floração - branca
Ciclo de vida - Anual
Época de sementeira/plantação – Sementeira Março-Abril, Maio-Junho – Julho-Agosto; plantar em qualquer época do ano.
Densidade de plantação – 6-8 plantas/m2
Floreira ø 15-20 cm – 2 a 3 plantas sozinhas num vaso.
Colheita – 2 meses após a sementeira ou 15 dias a 1 mês após a plantação.
Necessidades em água  – Não gosta de água em excesso nem da secura extrema.
Manutenção – Vá cortando à medida das suas necessidades, convém ter em quantidade semeado em várias épocas do ano pois é uma planta sensível e não dura muito tempo. Devem ser cultivados sozinhos pois por vezes inibem a germinação de sementes de outras plantas tais como o funcho.
Propriedades –Para além da utilização como condimentar (quer as folhas quer as sementes), a sua infusão é um excelente combatente da fadiga e enxaquecas. 



Erva-cidreira
Gosto muito de infusão de erva-cidreira quer quente quer fria, também a utilizo para aromatizar limonada, salada de frutas e como variante à meloa com presunto faço papaia com presunto e uma folha de erva-cidreira !
Utilizo-a sempre fresca e acabada de cortar.




Erva-cidreira
Melissa officinalis
Exposição solar – Meia sombra
Solo – Qualquer tipo de solo desde que se mantenha húmido no verão.
Ciclo de vida – Perene / vivaz com o frio a parte aérea pode desaparecer.
Época de floração – Junho - Setembro
Cor da floração -branca
Época de sementeira/ plantação – Sementeira -Primavera; Plantação – Primavera e Outono.
Densidade de plantação no terreno – 5-7 plantas/m2
Floreira /vaso – Dá-se bem em qualquer tipo de vaso e não precisa de muito espaço para se desenvolver (15- 20 cm ø ) são suficientes.
Colheita – Verão, as folhas utilizam-se para infusão.
Manutenção – Por vezes é muito atacada por algumas pragas (principalmente mosca branca e afídios), quando está muito atacada mais vale “arrancar o mal pela raiz” e cortá-la, é melhor do que utilizar inseticidas.
Necessidades em água - Necessita de pouca água (uma rega semanal). Não aguenta excesso de água nem solos mal drenados. Deve ser cultivada perto das couves pois é benéfica.
Propriedades –Para além da utilização como condimentar , a sua infusão é digestiva, calmante e combate os gazes.

Hortelã
Há muitas variedades de hortelã e gosto de todas ! utilizo-a para aromatizar chá gelado, sumo de melancia, nas saladas de frutas, nos morangos, e em algumas sopas.





Hortelã-pimenta
Mentha sp
Há muitas mentas diferentes, pode misturá-las entre si numa grande floreira ou num canteiro reservado para elas, pois é uma planta indispensável e com um aroma inconfundível. Das minhas bebidas favoritas de verão é um copo cheio de folhas de menta frescas com gelo e água fresca, é delicioso, refrescante e não tem calorias ! A menta pode-se cultivar em todo o lado, atrai borboletas e insetos benéficos.
Exposição solar- sol e meia sombra
Solo – qualquer tipo de solo desde que húmido
Ciclo de vida –Vivaz
Cor da floração -Branca
Época de floração – Junho-Setembro
Época de sementeira/plantação – Outono ou Primavera
Densidade de plantação – 2 plantas/m2
Floreira ø 20-30 cm – 1 planta
Colheita das folhas – 15 dias após a plantação
Manutenção - Deve plantar-se obrigatoriamente sozinha num vaso grande ou pequeno pois é muito invasiva e não deixa crescer mais nada.
Necessidades em água –  Gosta muito de ser regada e não aguenta a secura.
Propriedades – Condimentar. Infusão é digestiva, combate a prisão de ventre, alivia as dores de cabeça e as dores reumáticas.

Lúcia-lima
É a minha infusão favorita, gosto dela quente e fria e sempre feita com as folhas frescas e acabadas de cortar.



Aloysia triphylla
Exposição solar- sol
Solo – qualquer tipo de solo desde que bem drenado
Ciclo de vida –Perene
Cor da floração -Branca
Época de floração –Maio-Setembro
Época de plantação –Plantação – Primavera, Verão e Outono
Densidade de plantação – 2 plantas/m2
Floreira ø 20-30 cm – 1 planta, dá-se muito bem em floreira.
Colheita das folhas – 1 a 2 meses após a plantação, a infusão é excelente com as folhas frescas, tem um aroma muito agradável a limão.
Água – Gosta do solo húmido
Manutenção – Deve ser podada todos os anos após a floração.
Propriedades – Infusão é calmante, diurética, antidepressiva.

Manjericão
Já não vivo sem o meu manjericão (tenho sempre pelo menos dois vasos), saladas de tomate, frango, bies, massas (pastas), molhos (pesto), é talvez a minha aromática favorita se tivesse que escolher ! 



Ocimum basilicum
Exposição solar – Sol pleno
Solo- Rico em matéria orgânica,
Ciclo de vida – anual
Cor da floração -Branca
Época de floração – Setembro-Outubro
Época de sementeira/ plantação – a partir de Abril
Densidade de plantação no terreno – 12 plantas/m2
Floreira 30-40cm (comprimento ou diâmetro) coloque 5-6, gosta de um vaso só para ele.
Colheita – 15 dias a 1 mês após plantação
Manutenção - Se não consumir regularmente manjericão tenha o cuidado de o aparar todos os 15 dias para fomentar o crescimento de novas folhas
Podemos combinar com tomate pois o aroma do manjericão afasta os insetos e protege o tomateiro. Tenha em atenção que quando o manjericão dá semente desaparece (pois é uma anual), antes de semear ou plantar novo manjericão (em vaso ou floreira) tenha o cuidado de remover completamente o substrato pois este fica esgotado.
Necessidades de água - Gosta de regas regulares.
Propriedades – Condimentar, aromática e quanto a mim decorativa.

Salsa
Que seria da culinária portuguesa sem a salsa ??, sopas, saladasm molhos ( molho verde) ovos verdes ? estufados, etc..
Muito fácil de ter e muito resistente ( ao contrário dos coentros)tenho sempre dois ou três vasos ..

 Petroselium crispum
Exposição solar- meia sombra
Solo – Solo ligeiro e fresco, bastam-lhe cerca de 20 cm de profundidade para se desenvolver.
Ciclo de vida - bienal
Época de floração – Setembro- Outubro
Cor da floração -Amarela
Época de sementeira/plantação – Março-Maio
Densidade de plantação – 6-8 plantas/m2
Floreira– 4-5 plantas( floreira 30-40 cm de comprimento ou diâmetro)
Colheita – 2 meses após a sementeira, 15 dias a 1 mês após a plantação.
Necessidades em água – Gosta muito de ser regada
Manutenção – Se tiver o cuidado de manter a salsa na meia sombra e for cortando a salsa à medida que necessita terá salsa toda a época de Primavera, verão, Outono. Se consome muito plante vários pés, quer na horta quer na varanda (eu tenho uma floreira de 35 x 20 cm) só com salsa.
Propriedades – Condimentar, utilizada em inúmeros pratos culinários. O seu consumo tem benefícios para o aparelho digestivo, alivia os gases, a acidez no estômago. Estimula a função renal, regulariza o período menstrual, regulariza o açúcar no sangue. Picada fresca em saladas, sopas e molhos faz a diferença.


Tomilho
O cheiro do tomilho invade o meu terraço, tenho três, dois normais e um limão, uso em molhos, massas, carnes, peixe, saladas..saladas de frutas, sumos de frutas, gelados, etc

tomilho

 tomilho-limão

Thymus vulgaris
Tomilho limão
 Thymus x citriodorus
Tomilho bela-luz
Thymus mastichina
Os tomilhos são sem dúvidas as minhas aromáticas preferidas, quer para ter na horta, jardim ou em vaso e floreira. São resistentes, têm um aroma campestre, floração bonita e intensa, fazem tapetes e bordaduras originais e com baixa manutenção. Em vaso o tomilho limão e o tomilho vulgar são as minhas escolhas, tenho um de cada em vasos de 20 cm de diâmetro (há mais de dois anos que não os mudo de vaso). Há tomilhos à venda em todos os viveiros, é mais fácil e rápido optar por plantá-los, faça uma coleção de tomilhos e não se vai arrepender.
Exposição solar – Sol pleno
Solo – Solos arenosos, bem drenados e com ph ligeiramente calcário (não gostam muito dos substratos universais, convém misturar-lhe alguma terra de jardim ligeiramente calcária).
Ciclo de vida – Perene
Época de floração – Maio-Setembro
Cor da floração – Branca / cor-de-rosa
Época de sementeira/ plantação – Sementeira -Abril-Maio; Plantação – Abril – Maio; Setembro-Outubro.
Densidade de plantação no terreno – 6-8 plantas/m2
Floreira /vaso – Coloque-os sozinhos pois podem prejudicar o desenvolvimento de outras plantas, num vaso com cerca de 20-30 cm ø.
Colheita – Qualquer época do ano.
Manutenção – Necessita de uma poda anual no início da primavera, esta poda é indispensável e fomenta o aparecimento e crescimento de novos caules e folhas. Os tomilhos aguentam até cinco anos sem serem mudados de vaso, ao fim desse tempo convém substitui-los. São plantas que pelo seu aroma afastam alguns dos insetos prejudiciais, logo são indispensáveis para a luta biológica.
Necessidades em água - Necessita de pouca água (uma rega semanal). Não aguenta excesso de água nem solos mal drenados.
Propriedades – Aromática. Condimentar. Infusão alivia a tosse, expetoração e infeções das vias urinárias.


Já tem as suas aromáticas ??
De que está espera ?
Até breve e obrigado pela visita
Teresa Chambel

Imagens via: Pinterest

18 comentários:

  1. Olá Teresa,
    Eu adoro ervas aromáticas, mas ainda não consegui arranjar tempo para tratar deste assunto.
    Beijinhos

    PS.Fiz um passatempo no Blogue, e teria muito gosto que participasse
    http://silviahomedecor.blogspot.pt/2013/05/passatempo-no-blogue.html
    Vou ficar à espera!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Silvia, está na hora de ter as suas aromáticas ! vou já ver o seu blogue, bjs

      Eliminar
  2. Sou um apaixonado pelas Plantas Aromáticas e Medicinais. Desde que me conheço! Tenho mais de uma centena de variedades. Muitas delas utilizo-as diariamente. Outras, apenas pela sua beleza e perfume. Sempre me fascinou a relação que desde tempos imemoriais se estabeleceu entre os homens e as plantas, quer seja no campo da medicina tradicional, quer também na parte mágica que essa relação encerra. As mezinhas, as benzeduras, as ervas do Diabo (Figueira-do-Inferno, Meimendro Negro, Beladoma, a Mandrágora, entre outras...). A Botânica Funerária... Todo esse mundo fantáscito me atrai e fascina.
    Se me perguntassem que plantas levaria para uma ilha deserta... diria que escolhia o Tomilho e o Rosmaninho Africano...
    Um abraço e parabéns pelo blogue

    João Carlos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado João Carlos pela visita e pelo comentário, Um abraço e até breve

      Eliminar
  3. Teresa parabéns pela postagem. Amei tudo. Algumas ervas eu já cultivo outras vou procurar por aqui. Meu tomilho morreu deu uma espécie de casulo pequeno, invadiu tudo e o pé foi ficando cada vez mais feio, então resolvi retirar pois estes bichinhos estavam indo pra outras ervas. Não tenho coentro, cebolinho, erva cidreira e lucia-lima. Estou a procurar. Bjão, fique com Deus. Lú Melo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lú, ter aromáticas é simples e muito prático, quando tiver pragas no tomilho ou em outra planta experimente fazer uma mistura 1 tampa de detergente amarelo para a loiça, 1 litro de água e uma colher de sopa de álcool, encharque um pano e limpe bem a planta ou pulverize. Resulta em grande parte das pragas. Pode semear agora muitas aromáticas, é fácil ! bjs

      Eliminar
  4. muito bom o cultivo de aromaticas , é só ir ao quintal e escolher.

    bjs

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá simone, é bom demais ! ainda ontem ao jantar usei manjericão, tomilho, alecrim e hortelã ! bjs

      Eliminar
  5. Olá Teresa,

    Aromáticas?! Experimentei esta Primavera, comprar sementes e semear. Tenho já uns olhinhos a espereitar a terra de salsa, hortelã, cidreia e tomilho. Vamos ver como se portam?!
    Também tenho alecrim mas esse foi dado por uma amiga já em vasinho e todo esguio.Parece estar a dar-se bem no meu terraço.Mas anseio por camomila, lavanda e majericão.
    Obrigada por tão boa informação.
    Beijinhos
    Paula Cortez

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Paula, é tão bom ! semeie já a camomila e o majericão para ainda ter no verão, a alfazema(lavanda) é melhor comprar a planta pois as sementeiras são dificeis.
      bjs e boa jardinagem

      Eliminar
    2. olá no seguimento da vossa conversa, onde posso adquirir as aromáticas já em vaso. Encontrei muito poucas variedades nos sitios onde vi. Podem-me dar alguns concelhos onde adquirir as aromáticas em vasos.
      obrigado.

      Eliminar
    3. Olá Hugo, tente no http://www.cantinhodasaromaticas.pt/loja/plantas-em-vaso-bio/, têm sempre muita variedade e pode comprar online.
      Um abraço

      Eliminar
  6. Obrigada Teresa

    Vou seguir o conselho.
    Bejinhos
    Paula Cortez

    ResponderEliminar
  7. Olá! obrigada pelas dicas! Já tentei varias vezes plantar manjericão (comprado no supermercado) num canteiro, mas passados alguns dias, as folhas aparecem todas roídas!! Tenho outras plantas, inclusive aromáticas (hortelã, cebolinho, cidreira, louro, hortelã-de-ribeira, etc) e só me acontece isto com o manjericão!! O que devo fazer? muito obrigada!
    (adorei o blog)
    Sílvia

    ResponderEliminar
  8. Olá Teresa! Tenho cá em casa uma planta enorme que sempre conheci por "limonete". A infusão é uma delicia! Costumo oferecer aos amigos e família e toda a gente partilha da mesma opinião! É semelhante à que está nesta postagem designada de lúcia-lima... Fiquei curiosa por saber se uma e outra serão a mesma planta! Será que me podia esclarecer? Aproveito para agradecer a sua visita ao meu blog! È uma honra! Um grande beijinho, Manela.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Manuela, é a mesma coisa limonete e lucia-lima. Tive todo o gosto visitar o seu blogue e gostei muito.
      bjs

      Eliminar

Gosto muito de ler os vossos comentários ! Muito obrigado e até breve